Artigos

Animais de estimação em viagens aéreas pedem cuidados especiais

por Flavia Ferreira

Precauções são importantes para garantir a segurança e o conforto do seu pet durante as viagens de avião

Você é daqueles donos que não consegue desgrudar do pet e leva ele em todas as suas viagens? Ou você é dono de um pet que não sai do seu pé nem por um minuto e se você deixar ele sozinho em casa é chororô na certa?

Quando decidimos viajar, não importa se é perto ou longe, se vamos demorar dois dias, um mês ou uma semana, a espera do animal para nos ver, faz com que muitos donos optem por levar os animais em suas viagens. Como não podemos esquecer, o bichano faz parte da família, e se todos vão passar o feriado prolongado na casa daquela tia de outro estado, porque não levar o nosso querido amigão junto?

Antes de mais nada, a decisão em levar o animal em viagens de avião requer alguns procedimentos muito importantes para garantir a segurança e o conforto de todos. O primeiro passo é ir ao veterinário, contar a sua intenção e pedir que o médico o ajude com a documentação necessária.

Dentre os documentos necessários para o embarque em voos domésticos e internacionais estão:
Comprovante de vacinação antirrábica – obrigatória para animais com mais de três meses, deve ser aplicada no animal há mais de trinta dias e menos de um ano antes da viagem.

Certificado de inspeção veterinária – conhecido como atestado de saúde, serve para atestar que o animal está bem de saúde e em perfeitas condições de viajar. Deve ser assinado por um médico veterinário com registro no Conselho Regional de Medicina Veterinária. O prazo para emissão deste documento é de até 10 dias antes da viagem.

Certificado de aclimatação – este último é exigido para regulamentar o embarque dos animais em locais com extremos de temperatura, muito calor o muito frio. Essa documentação é necessária para garantir a segurança do animal durante o período de viagem. Para certificar-se de que esse documento é necessário entre em contato com a companhia aérea antes.

Talvez muitos não saibam, mas em algumas companhias aéreas é permitido viajar com o animal como bagagem de mão, desde que não exceda 10 quilos. Caso os animais pesem mais que 10 quilos, serão transportados no porão de cargas da aeronave, que não é tão assustador como muitos acham. Os animais são os últimos a entrar na aeronave e os primeiros a sair, garantindo que não haja contato com as bagagens. Contudo, cada companhia aérea aplica suas próprias regras.

A companhia aérea TAM, por exemplo, permite o embarque de animais na cabine de passageiros para voos domésticos desde que não exceda o peso de 10 quilos (animal + kennel), que seja de material resistente, livre de saliências, à prova de vazamento, podendo ser flexível e emborrachado, medindo: 36 cm de comprimento x 33 cm de largura x 25 cm de altura e tenha espaço suficiente para que o animal consiga dar uma volta completa em torno de si. Além é claro da taxa de embarque. Eles afirmam transportam cerca de 50 animais diariamente.

Por mais que esteja tudo certo com a companhia aérea e no aeroporto, verifique se onde você irá desembarcar não existem restrições para os nossos amigões. Em viagens internacionais, além de toda a documentação necessária, é preciso ter um certificado Zoo Sanitário Internacional (CZI). O CZI é obtido a partir do envio de uma amostra de sangue para um laboratório credenciado pela União Europeia, e deve ser solicitado em até 90 dias antes do embarque do animal.

Todos esses procedimentos são voltados para o transporte de animais de estimação. Mas, quando se trata do transporte de cães-guia para cegos, surdos ou os que puxam cadeiras de rodas, por exemplo, é permitido que o cão viagem ao lado de seu dono, independente do peso e tamanho do animal. De acordo com a lei, não é cobrado taxa pelo transporte, mas não deixe de consultar a companhia aérea para demais esclarecimentos e indicação de qual a documentação necessária para comprovar que o animal está a serviço.

Aparentemente, todos os procedimentos citados não parecem ser tão complicados, porém é preciso um planejamento detalhado e o esclarecimento de todas as dúvidas para que nada dê errado na hora do embarque e desembarque. Pergunte sobre o limite de embarque de animais por voo, garantindo que todos estejam juntos.

Tags
Voltar | Topo
Comentários
AdPlace

guia de Raças de Cães

Kuvasz Kuvasz O afetuoso cão protetor branco húngaro...
  • Veja outras raças/espécies de pets Abrir

você e a PetMag

  • Compartilhe aqui também
A PetMag é um portal produzido com muito orgulho pela equipe da Citrus7. Aproveite e conheça o nosso trabalho! Citrus7